domingo, 26 de setembro de 2010

Pode parecer que seja prenúncio de chuva. Mas o cinza vem de um outro lado, sujeira, e não, nuvens.
Quero ver que janelas vão me segurar, o dia que chover. Que horários e deveres. Vou pra rua, vou pro pátio, de maiô, vou inteira, de branco... quero ver quem me segura.

Um comentário:

Sonia Lima Naves disse...

Vou andar na chuva!!!!!